CRONOGRAMA PARA OBRAS RESIDENCIAIS, SAIBA COMO FAZER UM

Cronograma de obra residencial: veja os passos para construir sua casa!

  Obras podem trazer uma enorme dificuldade de planejamento. Cada serviço a ser realizado tem sua devida importância dentro do período de construção, e por isso, devem receber um controle rígido. 

  Como você viu no texto “6 passos para construir sua casa” (acesse o texto aqui), é função também do engenheiro acompanhar os prazos e orçamento da sua obra, te poupando muitas dores de cabeça.

  Portanto, é crucial que toda obra tenha um cronograma, acompanhando cada processo nos detalhes, reduzindo riscos de erros, gastos desnecessários e demais imprevistos.

  Uma pergunta que escutamos muito aqui na M Techne é: “Existe um cronograma padrão de construção de casa que eu possa acompanhar por conta própria?”. A resposta que normalmente damos é: “só existiria um cronograma padrão para de obras, se todas as obras fossem um padrão”.

  A questão é que cada obra tem sua especificidade e demanda processos específicos, o seu engenheiro saberá detalhar te mostrar tudo isso.

  Porém, como nunca deixamos nossos clientes na mão, nós podemos dizer que, pelo menos, existe uma ordem construtiva específica dentro de um  histórico já muito utilizado. É essa sequência que iremos apresentar agora:

1º Compactação do aterro e terraplenagem:

A atividade de compactação pode ser definida como um serviço de preparação do solo que irá receber as fundações. Quanto melhor compactado, mais aumenta a resistência do solo na capacidade de suportar cargas pesadas. Já a terraplenagem garante que o terreno esteja preparado altimetricamente para receber a edificação projetada.

2º Locação de obra:

Seguindo as orientações de projeto, a locação de obra tem por objetivo demarcar no terreno a posição dos principais elementos da construção.

3º Execução da fundação:

Aqui, o engenheiro irá mostrar quais as fases para a armadura, formas e concretagem das fundações.

4º Supraestrutura:

A supraestrutura (ou superestrutura) comprende a execução dos elementos estruturais da construção. Exemplo: vigas, pilares.

5º Vedação:

Essa é a parte em que se tem uma maior impressão de adiantamento da obra, pois são com os famosos “tijolos” ou alvenaria que sua casa vai começar a tomar forma. Aqui considera-se todos os outros detalhes que também fazem parte da vedação, como vergas e contravergas.

6º Instalações:

Com a alvenaria levantada é necessário dar início a locação das tubulações hidraulicas, elétricas, de gás e outras que irão passar por “dentro das paredes”.

7º Chapisco, emboço interno e contrapiso:

Com as instalações em seus lugares, é a hora de cobrir a alvenaria e a laje.

8º Revestimento interno:

Após a secagem do emboço, tem-se o assentamento do revestimento escolhido. Paredes e pisos começam a ficar mais bem apresentados.

9º Forro e telhado:

Agora, é importante que antes da pintura, tenha-se instalado o forro na parte interna. O telhado é importante para que se tenha uma proteção contra infiltração de chuva nos gessos, material não resistente a àgua.

10º Chapisco e emboço externo:

Agora já é possível iniciar o “alisamento” das paredes externas.

11º Revestimento externo:

Após o emboço, pode-se dar início ao revestimento ao lado exterior.

12º Colocação das esquadrias:

Antes da pintura também pode-se incluir a colocação das portas e janelas.

13º Pintura:

Agora sim, protegendo todos os elementos já instalados, vem a pintura de parede e teto (interna e externa).

14º Louças e metais:

Instalação de bancadas, louças e metais nas áreas molhadas.

15º Instalações de acabamentos:

Após a pintura, pode-se pensar em instalar os detalhes de acabamentos, como: canoplas de torneiras, espelhos de caixinhas elétricas e afins.

16º Decoração e paisagismo:

Pensar na apresentação da casa, normalmente tem-se projeto para isso também.

17º Instalações de móveis e limpeza fina:

Agora já é possível receber os móveis da sua casa.

  Como é possível perceber, existe um número muito grande de serviços em um cronograma de obras. Isso que esses 17 passos são uma versão muito simplificada, afim de demonstrar os pontos principais.

  Você quer um cronograma com mais de 30 passos para construir sua casa, ainda mais detalhado? Tudo isso numa planilha com uma metodologia de acompanhamento? Clique aqui!

  A questão é que ter um acompanhamento detalhado da sua obra é essencial para evitar atrasos, controlar custos e acompanhar a execução. Se você está precisando de um engenheiro para fazer todo esse serviço por você, entre em contato, estamos dispostos a conversar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mande sua mensagem
Enviar mensagem