COMPATIBILIZAÇÃO DE PROJETOS É REALMENTE NECESSÁRIA?

Compatibilização de projetos

será que a compatibilização de projetos realmente faz diferença?

Uma das maiores preocupações em uma obra são as divergências e incompatibilidades entre os diversos projetos. E logo de início, já digo que com a compatibilização desses projetos, problemas de incompatibilidades não ocorreriam.

Os projetos necessitam uma revisão conjunta entre eles, evitando “quebra-quebra” na obra. Veja aqui nosso texto sobre projetos complementares.

Mas, vamos ver mais a fundo o que é a tal compatibilização de projetos:

O que é compatibilização de projetos?

A compatibilização é uma etapa fundamental na fase de projeto de um edifício. Ele integra uma variedade de soluções para revisar os traços de todos os projetistas.

Na copatibilização, todas as frentes (incluindo arquitetônico, estrutural, elétrico, hidráulico.) são sobrepostos entre si. Esta etapa tem como objetivo minimizar conflitos e simplificar e otimizar a execução na obra.

Os dados mostram como é vantajoso se preocupar em contratar um escritório que faça essa compatibilização, afinal, o investimento máximo é de aproximadamente 2% do custo de engenharia, enquanto a economia pode chegar em 10%.

Tecnologia veio para melhorar o processo.

Antigamente, essa compatibilização era feita de forma manual e colocando de fato uma prancha em cima de outra de maneira física. Com o advento e a difusão da tecnologia, é possível que hoje seja feita de forma automatizada e utilizando a tecnologia. É a famosa tecnologia BIM.

Com essa tecnologia é possível ter uma análise mais segura e precisa.

Diversos projetos podem ser colocados em um software que indica interferências entre um projeto e outro. Por exemplo: Se existe uma tubulação hidráulica que estaria passando pelo interior de uma viga, o programa indicaria, e seria feita a correção antes mesmo de iniciar a construção.

 

Vale ressaltar aqui que a tecnologia BIM vai muito além da compatibilização. Na verdade a compatibilização é o primeiro nível de otimização de pelo menos seis que o BIM oferece. Dentre eles: controle de cronograma e orçamento e até mesmo controle de período de manutenção e sustentabilidade.

Vantagens da compatibilização.

O maior benefício da compatibilização é de fato a mitigação de quebradeiras durante a obra. Se formos pegar o exemplo dado logo a cima, com certeza a viga teria sido executada, e depois, provavelmente, haveria uma alteração de projeto (tornando-o menos otimizado) ou um “quebra-quebra” para resolver a incompatibilidade.

Além disso, com uma boa compatibilização, pode-se extrair uma ideia muito próxima do quantitativo de materiais da construção. Isso ajuda e muito no prazo e noção de valor da obra

Após resolver as incompatibilidades e interferências, tem-se uma maior garantia de que o projeto irá prosseguir de acordo com o que foi projetado de fato. Desta forma, a residência ou empreendimento,  pode ser construído de maneira segura, visto que o projetista fez os cálculos considerando diversas variáveis que a equipe de obra muitas vezes nem pensa.

 

Desta forma, podemos ter certeza de que a compatibilização pode evitar atrasos no trabalho, garantindo assim a entrega e confiabilidade. É uma tendência que já se tornou real no mundo da construção civil.

 

Você está pensando em construir? Não deixe de considerar contratar uma equipe de projetistas que trabalham com eficiência com compatibilização. Nós estamos dispostos a conversar. Entre em contato!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mande sua mensagem
Enviar mensagem